Total de visualizações de página

quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Igreja de Nossa Senhora das Mercês

Foto da Igreja das Mercês

É anterior a 1751. Passou por várias reformas que alteraram sua reforma origina,l sua portada é datada de 1853. Sua escadaria é de 1895.
No interior da igreja admira-se a majestosa imagem da santa, bem como as imagens de roca de São Pedro Nolasco e São Raimundo Nonato, zeloso mercedário (depois feito cardeal) e que seria no século XIII se colocado refém para libertação de cristãos das prisões muçulmanas. Como na prisão convertiam com sua pregação, os infiéis, foi-lhe colocado um cadeado nos lábios, para impedi-lo de pregar.

Imagem de Nossa Senhora das Mercês

Virgem da Mercês

Imagem de São Raimundo Nonato


O fundador da Ordem foi Pedro Nolasco, coadjuvado por São Raimundo de Penaforte e pelo rei de Aragão, Jaime I. Destinava-se a libertar os cativos cristãos dos infiéis mulçumanos. Na colônia brasileira, a Ordem se dedicou a libertação dos escravos, por isso que essa é uma Irmandade específica dos negros forros e também criolos (negros nascidos no Brasil).

Imagem de São Pedro Nolasco

Na portada pode-se observar esculpidos duas coroas imperiais, uma mitra e uma tiara, cadeados, troncos e correntes, emblemas alusivos a libertação dos cativos.
No interior possui duas telas duplas na parede da nave de autoria de Adolfo nos anos 1917 e 1918, representando as cenas da Anunciação, do Presépio, da Apresentação no Templo e da Fuga para o Egito. E no teto, uma suave pintura da Virgem Mercês, do mesmo autor.
Nos altares do transepto, veneram-se do lado do evangelho, o senhor Bom Jesus do Perdão com Nossa Senhor das Dores, São Lourenço, e São Manoel; do lado da epístola Nossa Senhora do Parto, Santa Cecília, Santa Ifigênia e Santa Maria de Cervellione.
O arco-cruzeiro é uma obra de Luiz Batista Lopes.
No camarim da capela mor está Nossa Senhora das Mercês.

Foto do final do século XIX

Nos nichos laterais do retábulo da capela mor, pode-se observar imagens rocas de São Raimundo Nonato e do fundador São Pedro Nolasco, com a bandeira da ordem Mercedária.
Em 1997 a igreja teve suas talhas e forros restaurados, com novos douramentos, dirigidos pelo artista são-joanense, Pedro Paulo Correia.

Chegada da procissão que atrai muitos fiéis













Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário